Responsabilidade Social

Amigos em Ação

Entidades a serem Beneficiadas em 2023

LAR TORRES DE MELO (BENEFICIADA PELA 18A. VEZ)

O Lar Torres de Melo (Ex-asilo de mendicidade do Ceará) é uma Instituição Filantrópica de Utilidade Pública, fundada em 10 de Agosto de 1.905 pela maçonaria.

Seu principal objetivo é de prestar assistência integral a idosos carentes, a partir de 60 anos em regime de internato.

Liduína Aragão Matos Donato é a atual Gerente Geral da instituição juntamente com outras gestoras das áreas financeira, social e saúde.

Durante mais de três décadas José Ramos Torres de Melo pai do Gal. Fco. Torres de Melo exerceu gratuitamente a presidência dessa entidade.

Motivados pelo espírito de fraternidade e solidariedade, a maçonaria e a família Torres de Melo entendem que os problemas sociais devem ser compartilhados e amenizados através de parcerias com todos os segmentos da sociedade.


HOSPITAL DA MISERICÓRDIA DE FORTALEZA (BENEFICIADA PELA 17A. VEZ)

Em 1.851 devido a uma grande epidemia de febre amarela, a construção da Santa Casa é iniciada, mas esteve sempre ameaçada de ceder lugar ao Liceu a ser fundado, ora a Biblioteca Pública, que ainda não tinha sede.
Sendo precário o estado sanitário de Fortaleza, embora ainda não estivesse concluída a construção, foram abertas duas enfermarias da Santa Casa aos doentes mais carentes, que logo ficaram lotadas. Ainda em janeiro de 1.857, o Presidente Província, Paes Barreto, cede as salas e enfermarias para o Liceu, que permanece ali até 1.861, quando só então ocorre a inauguração formal da Santa Casa.
A Santa Casa foi construída inicialmente com recursos públicos fornecidos à Província, mas o seu funcionamento não era prioritário, sendo o funcionamento da Biblioteca e do Liceu priorizados no momento, devido a uma pressão da intelectualidade e das famílias abastadas, que desejavam ver seus filhos estudando em Fortaleza e não mais se deslocando para outras regiões.
Ao iniciar-se o século XX a Santa Casa de Fortaleza, apesar das dificuldades financeiras, prosseguiu empenhada, visando o melhoramento da trágica situação de saúde do povo cearense. Devido a grande calamidade pública que foi a seca de 1.915 a Santa Casa passou a atender a uma grande massa de retirantes. Dez anos depois, a Santa Casa passou a se firmar como um hospital de alta tecnologia, ao ser o pioneiro no Estado, na introdução do serviço de radiologia ao inaugurar no dia 29 de junho de 1.925 o primeiro aparelho de raio x.
Até o ano de 1.932, Fortaleza não dispunha de socorro de urgência. Pelo espaço de 4 anos funcionou na Santa Casa o primeiro serviço de urgência, quando em setembro de 1.937 foi inaugurado o Pronto Socorro Dr. José Ribeiro Frota.
Na década de 70 a Santa Casa passou por modificações em seus estatutos, quando se desligou da gestão da Diocese de Fortaleza, tornando-se a maior escola prática de medicina no Ceará, onde passou a oferecer ao estudante de medicina, ao médico e a todos os profissionais de saúde uma aprendizagem das mais significativas até hoje. Nos anos 80 a Santa Casa passou a integrar um modelo de atendimento médico baseado no Sistema Único de Saúde - SUS, e como um hospital filantrópico, passou a sofrer todas as consequências que a saúde pública vem atravessando em nosso país.

O Dr. Vladimir Spinelli é o atual provedor da Santa Casa.


LAR AMIGOS DE JESUS (BENEFICIADA PELA 8A. VEZ)

Desde 1987, as religiosas Ir. Maria da Conceição Dias de Albuquerque e Ir. Maria de Lourdes Rabelo, no renovado ardor missionário e unificadas aos voluntários desenvolvem um trabalho eminentemente humano e solidário, pautado nos princípios da ética, da transparência, da solidariedade e do compromisso no atendimento a Crianças e Adolescentes com Câncer.
Com a denominação jurídica de Associação dos Missionários da Solidariedade, através do Lar Amigos de Jesus no âmbito de suas ações sem fins lucrativos, desenvolve um trabalho gratuito de acolhimento, apoio e assistência a Criança/Adolescente com Câncer vindas do interior do Ceará e outros Estados. Garantindo hospedagem com espaço físico diferenciado e humanizado, relações de atividades, vivências de cooperação, visando a continuidade do tratamento especializado, a obtenção de ato estima, a socialização e ações solidárias mas áreas de Educação, Oficinas de Cursos práticos/terapias, Integração Social, Saúde, Serviço Social, Lazer, Religião.

A irmã Maria da Conceição Dias de Albuquerque é a atual presidente da entidade.


OBRA LUMEN DE EVANGELIZAÇÃO (BENEFICIADA PELA 2A. VEZ)

Nós da Obra Lumen de Evangelização, acreditamos que a felicidade está em sairmos de nós mesmos e irmos ao encontro do outro, especialmente daqueles que são menos amados e mais sofrem. Entendemos que a felicidade não está no ter, no poder e no prazer, mas no amor. Fomos criados à imagem e semelhança de Deus que é Amor. Portanto, quanto mais amamos, incondicionalmente e gratuitamente, mais somos felizes.
Nós nos baseamos na fundamentação da Igreja Apostólica Romana, nos escritos evangélicos cristãos de que, quando atendemos ao pobre, é ao próprio Deus que atendemos (MT, 25, 40). E, por meio das palavras e atitudes do Papa Francisco, encontramos apoio da nossa missão, com frases dele, tais como: "Se desejas verdadeiramente encontrar a Cristo é preciso tocar na carne sofredora de Cristo nos pobres".
Impulsionados nessa missão, atendemos milhares de crianças, adolescentes e adultos em vulnerabilidade social, de vinte comunidades carentes de Fortaleza e de outras cidades. Oferecemos, gratuitamente, atividades esportivas, educativas, culturais, profissionalizantes, de evangelização, atendimento médico e odontológico. Temos também vinte e uma casas de acolhimento para homens, mulheres e mães com crianças em situação de rua.
A nossa fonte principal de providência para todas as obras de misericórdia e projetos sociais, está na participação da sociedade.
As nossas atividades são 100% gratuitas para os beneficiados e não temos convênios fixos. Mas, todos são convidados a contribuir, como podem, para esse serviço.

O Sr. Edwin Costa é o atual Coordenador Geral e o Presidente da entidade é o Sr. Marcus Vinícius Varella Brito.


PEQUENO COTOLENGO DOM ORIONE (BENEFICIADA PELA 1A. VEZ)

O Pequeno Cotolengo Dom Orione trata-se de uma instituição civil de direito privado, de fins não econômicos ou lucrativos, constituída na forma da lei, de caráter filantrópico, beneficente, de assistência social, educacional, cultural e de assistência à saúde.
Fica localizada na zona periférica de município de Caucaia. A construção de suas edificações foi concretizada por meio de recursos financeiros oriundos da generosidade de simpatizantes da causa e cristãos católicos da Itália, enviados ao Brasil através da Pequena Obra da Divina Providência.
A instituição foi fundada em abril de 2005 e iniciou suas atividades no dia 13 de janeiro de 2008, tendo como objetivo principal prestar assistência a pessoas com deficiências e suas famílias, promovendo qualidade de vida, autonomia e desenvolvimento social, em regime de longa permanência.
A partir de 2009, deu-se início a oferta de atividades escolares voltadas para o ensino infantil, fundamental e em 2010 iniciou com o EJA (Educação de Jovens e Adultos) e assistência de saúde especializada. Em 2023, mudou-se a modalidade de ensino, passando a funcionar o Centro de Atendimento Educacional Especializado Don Orione. O intuito do Lar Dom Orione é favorecer a proteção integral de alunos, com idade entre 18 e 59 anos, oferecendo-lhes moradia, alimentação, medicação, lazer, cultura, esporte, saúde, educação e assistência social, através de acompanhamento multidisciplinar, promovendo o desenvolvimento biopsicossocial e proporcionando qualidade de vida e dignidade aos que vivem à margem da sociedade.
O CAEEDO - Centro de Atendimento Educacional Especializado Don Orione foi desenvolvido com o intuito de assegurar às pessoas com autismo, altas habilidades, superdotação e/ou deficiência, um ambiente inovador que acolha e ofereça assistência especializada favorecendo a sua socialização, habilitação/reabilitação, interação e inclusão na sociedade.

O Padre Erenaldo Sales é o atual Coordenador Geral da entidade.

Crianças e jovens assistidos pela entidade

 


INSTITUTO PENSANDO BEM (BENEFICIADA PELA 1A. VEZ)

Fundada em 16 de novembro de 2020, o Instituto Pensando Bem surgiu a partir do olhar sensível de um jovem morador, que nascido e criado na Favela do Inferninho, entendeu que oferecer oportunidades para a sua comunidade iria torná-los protagonistas do seu próprio território e potencializaria a inovação dentro dela. Esse é o Rutênio Florêncio, que reconheceu a importância das oportunidades que lhe foram dadas ao longo da sua vida e resolveu devolver para a comunidade em forma de ONG.
Em 2020, Rutênio foi aprovado na Falcons University, da ONG Gerando Falcões, uma aceleradora de talentos com o intuito de capacitar grandes líderes comunitários e potencializar a inovação e tecnologia dentro da favela. Em seguida, a ONG de Rutênio foi acelerada também pela Gerando Falcões e assim nasceu o "Instituto Pensando Bem". O que era apenas um sonho, tornou-se realidade.
No ano seguinte, nascia o "Beco do Céu". Um beco geralmente é um espaço pequeno que leva "de uma viela para outra", servindo de passagem para os moradores. E foi com esse olhar sensível para o beco, que antes era um espaço abandonado, e que foi revitalizado em conjunto com a própria comunidade, que hoje ele serve de porta de entrada para a base educacional do próprio Instituto.

O Beco do Céu

Transformar a favela é a ideia que motiva a atuação do Instituto Pensando Bem, responsável por desenvolver ações na Favela do Inferninho, no bairro Vila Velha.
O Instituto Pensando Bem, oferece aulas gratuitas de esportes, informática, ações de meio ambiente e sustentabilidade, além de cursos voltados à empregabilidade. Em quase três anos de atividades, já impactaram mais de 400 famílias da região.
Antes de se tornar um centro de encontro e atividades, o Beco do Céu era um espaço degradado. O local foi revitalizado e ressignificado como um ambiente de transformação e possibilidades.
Hoje, o espaço funciona como ponto de referência para a comunidade, promovendo a convivência e a cidadania e atende diariamente crianças, jovens e adultos.

Atividade esportiva com jovens da comunidade

A entidade recebe doações de pessoas físicas e jurídicas, que podem ser feitas via site ou por meio de contato direto com o Instituto via redes sociais.

Rutênio Florêncio é dirigente do Instituto Pensando Bem


CASA DE VOVÓ DEDÉ (BENEFICIADA PELA 1A. VEZ)

A Casa de Vovó Dedé é uma Organização da Sociedade Civil (OSC), de direito privado e sem fins lucrativos, fundada em 1993 na Barra do Ceará, populoso bairro de baixíssimo índice de Desenvolvimento humano - IDH em Fortaleza/CE.
Nossa missão é promover o desenvolvimento humano pessoal, educacional e profissional, por meio da música, arte, cultura e tecnologia de crianças e jovens, de seis a vinte e nove anos, em situação de risco e vulnerabilidade social, tudo de forma 100% gratuita. Destacando-se como um celeiro de novos talentos, que fomenta iniciativas de jovens músicos cearenses, a instituição ocupa papel fundamental na busca por uma educação inclusiva. Por meio das atividades realizadas a instituição beneficia anualmente uma média de 1.400 crianças, adolescentes, jovens adultos que tiveram acesso a modalidades de ensino musical de qualidade, vislumbrando a oportunidade de apropriarem-se de conhecimentos para fortalecimento de capacidades individuais e das condições de viverem com dignidade nas comunidades, exercendo seus direitos e deveres.
As ações da Casa de Vovó Dedé são norteadas por princípios e pressupostos fundamentais para estabelecer um diferencial nos resultados obtidos pela instituição: a educação como um vetor social importante na construção de uma sociedade mais justa, democrática, pacífica e inclusiva, a arte e a cultura como fatores de desenvolvimento social, humano e econômico. Tais valores e princípios conduzem a instituição ao alinhamento com as diretrizes estabelecidas na Constituição Federal e com as leis que regulamentam a educação e o incentivo à cultura no Brasil.
A Casa de Vovó Dedé acredita que a educação pela cultura e arte é fundamental para o pleno desenvolvimento dos indivíduos.
A Casa desenvolve projetos que buscam ajudar a transformar a realidade em que seus assistidos estão inseridos, promovendo a igualdade social e o desenvolvimento humano, para isso oferta para crianças e jovens de 06 a 29 anos diversos cursos de formação musical, dança, comunicação, audiovisual e tecnologia. Contribuindo para uma educação inclusiva, acessível e que colabore ainda mais com a diminuição das desigualdades sociais a Casa ainda oferta cursos de Inglês, redação, reforço para o Enem, preparação para o vestibular de música entre outros.
Para a família, com foco na mulher, mãe e em grande medida, nas comunidades em que a Casa atua, provedora da família, a Casa desenvolve projetos de formação e capacitação em gastronomia, empreendedorismo, promovendo segurança alimentar através da distribuição de alimentos prontos e cestas básicas, auxílio transporte, moradia com melhoria habitacional, bolsas de estudos, entre outros projetos de assistência social.

Projeto Não À Fome
O projeto Não À Fome é uma das principais ações da Casa de Vovó Dedé no campo social. Está fundamentado em um amplo trabalho de segurança alimentar que se concretiza através das ações de fornecimento de alimentos prontos, café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar, na distribuição mensais de cestas básicas à idosos e idosas cadastrados no projeto e principalmente na Escola de Gastronomia Mãos de Trigo.

Projeto Não À Fome

O Sr. Wagner Barbosa é o Diretor-Presidente da Casa de Vovó Dedé.

Busca de Imóveis















Refine sua busca:

Botão do Whatsapp